O que é o Projeto Comunitário?

Minha foto
O Projeto Comunitário é uma disciplina caracterizada como atividade complementar que foi implantada na PUCPR em 2002 e está presente nos Câmpus de Curitiba, São José dos Pinhais, Londrina, Maringá e Toledo atuando em 35 municípios. São cerca de 3.200 inscritos semestralmente nas ações comunitárias promovidas pelo Núcleo de Projetos Comunitários em parceria com instituições que são focadas nas áreas de inclusão digital, educação, meio ambiente, cultura, saúde, esporte, desenvolvimento comunitário, geração de renda, cidadania e valores humanos. Os públicos beneficiado pelo Projeto Comunitário são: adultos, crianças, adolescentes, albergados, pacientes hospitalares, índios, comunidade de baixa renda, dependentes químicos, pessoas com transtornos mentais e pessoas com deficiência. Para obter mais informações acesse o site www.pucpr.br/projetocomunitario

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Você conhece o MASA?

A cada ano, a PUCPR realiza o mapeamento de todas as atividades sociais e/ou ambientais desenvolvidas por seus acadêmicos, colaboradores e professores. Isso é o MASA – Mapeamento das Atividades Sociais e Ambientais da PUCPR.
Caso tenha realizado alguma atividade de cunho social e/ou ambiental ligada a PUCPR, esta é a hora de você fazer parte do MASA!
Cadastre sua atividade no sistema IGER: menu iniciar>atividades sociais>cadastro de atividades sociais. O cadastro acontece até 25/11/2011.
Para saber quais os tipos de atividades que podem ser cadastradas, acesse: www.pucpr.br/masa.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

ATENÇÃO FORMANDOS

Os acadêmicos devem cumprir todas as etapas do Projeto Comunitário que são: etapa de preparação, atividade e avaliação final respondida até dia 20 de novembro de 2011. Caso não ocorra o cumprimento destas etapas o acadêmico ficará em situação de dependência (reprovação) no Programa de Aprendizagem do Projeto Comunitário.
Caso o acadêmico esteja em pendência com o Projeto Comunitário, entre em contato com o Núcleo para regularizar sua situação.
Contatos: projeto.comunitario@pucpr.br / 3271-2577 / 3271-1798

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Prática de Sucesso - Hospital Santa Casa de Misericórdia - A hora da alegria

Acontece em quase todos os finais de semana no Hospital Santa Casa de Misericórdia a ação social “A hora da alegria com serenata aos pacientes”, promovida pelo Projeto Comunitário juntamente aos acadêmicos que se inscreveram para realizá-la.
A atividade é coordenada por Dayse Almeida, colaboradora do Núcleo de Projetos Comunitários, que acompanha os acadêmicos em todos os momentos da atividade, orientando-os e ajudando-os.
A atividade consiste em grupos de acadêmicos que cantam músicas e conversam com cada paciente do hospital. Essa atividade é muito bem vista pelos acadêmicos e pelos colaboradores do hospital. A “Hora da alegria” já foi divulgada em diversos meios de comunicação como modelo de atividade e exemplo de solidariedade.
Amanda de Oliveira, acadêmica de jornalismo afirmou que a atividade a fez repensar alguns problemas na sua vida, que são pequenos comparados com os das pessoas hospitalizadas.
Vanessa Pizzol, acadêmica de administração, diz que: “É importante o Projeto Comunitário, não só para nós alunos, mas principalmente para quem espera um pouco de alegria”.
Segundo Debora Abbate, acadêmica de publicidade, o Projeto Comunitário é uma boa iniciativa para propiciar autoconhecimento aos acadêmicos, maior visibilidade aos pacientes e também fazer com que ambas as partes compartilhem um momento gostoso. A atividade realizada no hospital ajudou a quebrar barreiras, sair da rotina e conectar-se com outras pessoas por meio de gestos simples e universais de amor.
Já para a acadêmica de administração, Scheila da Rocha diz: “Foi uma experiência marcante; parece que os nossos problemas ficam pequenos diante do das pessoas que visitei, e mesmo assim encontramos muitos deles sorrindo. Poder passar um pouco de alegria e distração para essas pessoas é um presente”.
Gabriela Vicentino relatou um fato que aconteceu durante a atividade: ”Conversei com um senhor de quase 100 anos por algum tempo. Ele me deu o exemplo de vida e de amor que eu precisava ouvir para reforçar meus princípios de respeito e aproveitamento da vida enquanto temos chance”.
Segundo Amanda Golinari, acadêmica de direito: “Antes do projeto eu sabia que os hospitais eram lugares tristes. Com o Projeto Comunitário percebi que se cada um fizer um pouco, seja um sorriso, um abraço, alguém que está em situação difícil pode voltar a sorrir e ser feliz”.
Para Leonardo Barchik, acadêmico de jornalismo, a prática de sucesso realizada é: “Dar um pouco de si; é conhecer este “pouco de si” e todo o contexto da nossa vida. Aquilo que muitas vezes acabamos esquecendo de fazer, que é refletir sobre o dom da vida e sobre o dom de poder contribuir um pouco com o vizinho, independentemente de raça, credo, nome e sobrenome”.
Diante de diversos depoimentos de acadêmicos, que ficaram satisfeitos com a realização das ações sociais, é possível verificar que o Projeto Comunitário é uma boa oportunidade oferecida para cada um tirar lições de vida e repensar atitudes.

Prática de Sucesso - PUCPR - Brincando e Aprendendo na PUC especial dia das Crianças

No dia 08/10/2011, a partir das 13h30, aconteceu no Câmpus Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná a ação social “Brincando e Aprendendo na PUC” do Projeto Comunitário.
O objetivo da atividade foi propiciar a interação entre os acadêmicos da PUC, de diversos cursos que se inscreveram para realizar a atividade, e crianças em situação de vulnerabilidade. Ao todo foram 150 crianças entre 5 e 14 anos das instituições: Apoio da Vila Zumbi, Projeto Cata Vento da Associação de Moradores da Vila Liberdade, Casa do Pequeno Cidadão e Casa do Piá de Curitiba.
As atividades consistiram em brincadeiras e oficinas que aconteceram no Bloco Azul - CCET e Auditório John Henry Newman – Biblioteca Central, coordenadas por colaboradores do Núcleo de Projetos Comunitários e educadores das instituições participantes.                         
Os acadêmicos que participaram foram: Juliana Rocha, Danielle Batista da Silva, Fabiana Emília Guedes de Oliveira, Fabiano Quintiliano, Neusa Reis, Carini de Brito, Henrique Laspere, Maria Manoela Thies, Luis Guilherme Tesser,Larissa Pavelski, Leticia Kavinski, Arayn Eunice de Almeida Domingues, Ane Elise Gonçalves, Gabriela da Silva, Majore Ribeiro, Bruno de Assis, Rayminiu Monteiro, Alini de Souza e Paulo Fontes Junior.
Após as ações sociais realizadas, os acadêmicos costumam relatar muitos aprendizados. Por ser considerada uma prática de sucesso, os acadêmicos relataram muitos sentimentos positivos em participar do Projeto Comunitário.
Para Juliana Rocha: “É uma possibilidade de crescimento pessoal. Não basta adquirir conhecimento técnico na graduação, é preciso desenvolver-se como ser humano”. Para Fabiana de Oliveira: “O Projeto Comunitário é útil para todos, tanto os que planejam e executam quanto para quem curtiu. É uma prática importante. É doação, no entanto acabamos por receber”.
O Projeto Comunitário costuma ser elogiado e apoiado por acadêmicos que fizeram a diferença nas ações sociais. Segundo a acadêmica Maria Manoela o Projeto Comunitário deveria ser adotado por todas as universidades do país e para a acadêmica Arayan o projeto é uma boa ação para o acadêmico e, principalmente, para as crianças, que ficam felizes. Para Ane Elise Gonçalves: “Com o Projeto Comunitário pude conhecer diferentes realidades sociais”.




quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Atenção Formandos

Todos os formandos devem, impreterivelmente, cumprir os cinco passos do Projeto Comunitário até dia 20/11/2011.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Oficinas Preparatórias para os acadêmicos do Projeto Comunitário

O Núcleo de Projetos Comunitários oferta semestralmente oficinas aos acadêmicos inscritos em ações sociais. O intuito é informar, estimular sua criatividade e promover integração entre os participantes. Confira as informações das oficinas e reuniões que acontecem no dia 29/10/2011 (sábado) no Câmpus de Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

 Oficina de Condução de grupos - Sala de Vídeo 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 8h às 10h
Oficina de Dança e teatro - Sala 02 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 8h às 10h
Oficina de Comportamento de adolescentes - Sala 06 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 8h às 10h
Oficina de Condução de grupos  - Sala de Vídeo 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 10h às 12h
Oficina de Hora do Conto - Sala de Vídeo 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 14h às 16h
Oficina de Meio Ambiente - Sala de Vídeo 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde - 16h às 18h

Dúvidas ou esclarecimentos entrar em contato com o Núcleo de Projetos Comunitários pelo telefone (41) 3271-1798 ou pelo e-mail projeto.comunitario@pucpr.br

terça-feira, 25 de outubro de 2011

PROJETO COMUNITÁRIO – JORNADA ARTESANAL - APAE – MARECHAL CÂNDIDO RONDON – PR

Fazer Projeto Comunitário é...
... é começar o Projeto ´´meio na marra´´, ´´ porque tem que fazer´´;
... é ser recebido de braços abertos por uma instituição contente por ter você lá;
... é ser muito bem orientado pelas responsáveis pelo Projeto na PUC;
... é conhecer gente nova e uma realidade que não faz parte do nosso dia a dia;
...  é encontrar a disposição todo o material que você precisará;
... é ter alguém que lhe explique o que você deve fazer;
... é chegar no meio do projeto com uma visão bem diferente do início;
... é “estragar” temporariamente as mãos com madeira, cola, massa e tinta;
... é voltar para casa com poeira na roupa, mas com paz no coração;
... é ser esperado todos os dias por pessoas especiais que tem o poder de fazer VOCÊ se sentir especial;
... é ouvir milhares de vezes: “olha o que eu fiz” e dar atenção a isso... todas as vezes;
... é cansar o corpo, mas descansar a alma;
... é ser chamado no meio da manhã e da tarde para dar uma pausa e tomar um café e um lanchinho gostoso;
... é rir junto com as pessoinhas que sabem ver beleza onde às vezes nós não a enxergamos;
... é ver surgir uma peça de artesanato nas suas mãos;
... é ter uma experiência inesquecível;
... é tirar fotos para eternizar aquelas horas;
...  é chegar perto do final e pensar: “que bom que eu pude estar aqui!”;
... é compartilhar momentos com colegas da PUC de outros cursos que você acaba de conhecer e terminar com a impressão de que os conhece a vida inteira;
... é mais do que cumprir as horas previstas com responsabilidade e ética, é VIVER as horas com entusiasmo e doação;
... é terminar o Projeto com a certeza de que, pelo menos por alguns dias, você fez a diferença na vida de alguém.

Jesiel Edson Wall – 10º período de Engenharia de Produção
Marizete Sueli Arndt – 4º período de Enfermagem
Kaira Carla Wall – 4º período de Psicologia
Sandra Cristina Lunkes Stenzel – 4º período de Psicologia
Silvana nardello Nasihgil – 4º período de Psicologia

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Prática de Sucesso - Escola Municipal CEI Durival Britto e Silva - Oficina de Xadrez

De abril a junho de 2011 o acadêmico do curso de Direito do Câmpus de Curitiba, Douglas Kenji Mazura, realizou sua ação social do Projeto Comunitário. O acadêmico se inscreveu para realizar uma oficina de artesanato, porém não tinha habilidade para a atividade. Após conversa com a responsável institucional o acadêmico contou que tinha conhecimento e gostava de xadrez. A responsável ofereceu a oportunidade de o acadêmico ensinar os alunos da escola a jogar xadrez.
Douglas ministrou, aos sábados, oficinas de xadrez e esta atividade foi considerada uma prática de sucesso do Projeto Comunitário devido ao comprometimento do acadêmico e aceitação da oficina por parte dos alunos da escola.
Anaí da Luz, diretora da Escola Durival, afirmou que “Douglas chegava sempre com um pacotinho de bala ou pirulito (estratégia muito boa para cativar a criançada) e rapidamente a turminha ficava em volta dele. Douglas, com uma paciência oriental, ficava  4 horas seguidas ensinando xadrez para a criançada. No final da sua carga horária o acadêmico organizou um torneio de xadrez e trouxe pessoas de sua família para ajudar, achamos isso maravilhoso!  A contribuição da atividade desenvolvida pelo acadêmico vai além do que se pode ver; é algo fantástico, pois contribui para o desenvolvimento cognitivo de nossas crianças, auxilia na prevenção da violência  na escola e motiva os alunos para o trabalho em grupo e para a prática do Xadrez”.



Prática de Sucesso - Hospital Universitário Cajuru - Festa Junina Itinerante

No mês de junho de 2011, no Hospital Universitário Cajuru, um grupo de acadêmicos do Projeto Comunitário coordenado pela colaboradora do NPC, Juliana Souza, realizou a atividade Festa Junina Itinerante. Os acadêmicos foram divididos em 3 grupos e cada grupo realizou uma brincadeira diferente com os pacientes do hospital. A ideia foi realizar brincadeiras típicas de Festa Junina com alegria e descontração para os pacientes.
Bruna Parastchuk, acadêmica de Ciências Contábeis do Câmpus de São José dos Pinhais afima: “Assim como os pacientes e seus acompanhantes se divertiram eu me diverti um monte. A ala da geriatria deu um show a parte, rindo, nos mostrando que podemos ser felizes mesmo com problemas”.
Para Ana Emília, acadêmica de Psicologia: “Os pacientes se envolveram bastante com a atividade, todos pareciam gostar e ficaram animados. Com a atividade conseguimos levar momentos de distração e alegria a eles”.
Para Helena Chagas, acadêmica de Psicologia: “Foram realizadas brincadeiras com os pacientes como boca de palhaço, tomba bola e argola. Os pacientes que queriam brincar se envolveram bastante. Pôde-se perceber o quanto ficaram felizes com a atenção que foi dada a eles”.
Para André Fontana, acadêmico de Gastronomia: “Fizemos artesanalmente os brinquedos e fomos aos quartos para deixar o pessoal mais a vontade, toda brincadeira ou risada dada por eles e por nós já fazia o ambiente melhor”.
A acadêmica de Ciências Contábeis do Câmpus de Curitiba, Cintia de Avila, afima que conseguiu conhecer uma realidade diferente da dela e enxergou a dificuldade dos pacientes da hemodiálise.
Já a acadêmica Juliane Oliveira, do curso de Ciências Contábeis do Câmpus de SJP, afirma que foi ótimo ver a alegria e gratidão nos rostos das pessoas; mesmo que não tenha sido muito esforço, foi de grande valia para eles, e com isso fica-se feliz com o resultado. A atividade faz com que por alguns momentos as pessoas esqueçam os seus problemas e pensem em algo bom e feliz.
As atividades foram coordenadas pela colaboradora do Núcleo de Projetos Comunitários Juliana Souza que afirma: “A Festa Junina Itinerante movimentou o hospital. Os acadêmicos se dividiram em 3 equipes, cada equipe com uma brincadeira diferente e passaram em todos os quartos do hospital em momentos diferentes. A alegria por ter aquelas brincadeiras e atenção era algo que estava estampado no rosto de cada paciente e seus familiares. Até os funcionários do hospital entraram na brincadeira e se divertiram muito com os pacientes e os acadêmicos”.

Prática de Sucesso - Hospital Universitário Cajuru - Música no Hospital

A partir da iniciativa das acadêmicas do curso de Música da PUCPR – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Roseli Aparecida Kalinoski dos Santos e a Ir. Dicleide Teodata Neis, foi realizado no Hospital Cajuru uma prática de sucesso nomeada Música no Hospital. A atividade foi realizada em maio de 2011 e foi proposta pelas próprias acadêmicas, por meio do projeto interno que dá a possibilidade aos acadêmicos proporem atividades de sua preferência.
A atividade consistiu na construção de instrumentos musicais (chocalhos) na pediatria do hospital, a partir de seringas e recipientes de soro, e após a elaboração dos instrumentos houve o acompanhamento das músicas, previamente escolhidas pelas crianças, cantadas pelas acadêmicas.
A acadêmica Roseli afirmou: “Adorei poder ver na prática que o nosso projeto funcionou e as crianças perderam o medo das seringas e do soro. Surpreendeu-me suas reações e de seus familiares. Muitos dias os pais esconderam as crianças para que pudéssemos sair e os comentários eram que queriam que ficássemos mais tempo. Foi 10!”.
A acadêmica Dicleide afirmou: “Vejo que foi muito bom a realização do projeto e o quanto de bem pode ser feito através da música tocada, ou melhor, partilhada”.
Para Juliana Souza, colaboradora do Núcleo de Projetos Comunitários a atividade desenvolvida pelas acadêmicas de música realmente fez a diferença no ambiente hospitalar. Nos dias em que elas não estavam os pacientes perguntavam por elas, pois diziam que queriam ouvir aquelas músicas tão bonitas e na pediatria as crianças se dedicavam a construir seus instrumentos musicais, ensinados por elas, e depois se divertiam tocando e cantando.





quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Brincando a Aprendendo na PUC – Especial Dia das Crianças

No dia 08/10/2011, a partir das 13h30, acontecerá no Câmpus Curitiba da PUCPR – Pontifícia Universidade Católica do Paraná a ação social “Brincando e Aprendendo na PUCPR” do Projeto Comunitário.
O objetivo da atividade é propiciar a interação entre os acadêmicos da PUC de diversos cursos que se inscreveram para realizar a atividade e crianças em situação de vulnerabilidade. Ao todo serão 150 crianças entre 5 a 14 anos das instituições: Apoio da Vila Zumbi, Projeto Cata Vento da Associação de Moradores da Vila Liberdade, Casa do Pequeno Cidadão e Casa do Pia de Curitiba.
As atividades consistirão em brincadeiras e oficinas que acontecerão no Bloco Azul - CCET e Auditório John Henry Newman – Biblioteca Central, coordenadas por colaboradores do Núcleo de Projetos Comunitários e educadores das instituições participantes. A atividade encerrará às 17h30.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Campanha de arrecadação de brinquedos para o Dia das Crianças do Projeto Comunitário

O Núcleo de Projetos Comunitários do Câmpus Londrina está promovendo a Campanha: “Adote uma Criança e doe um brinquedo”. A Campanha começou no dia 12/09/11 (segunda-feira) e vai até dia 03/10/11 (segunda-feira). O intuito é que acadêmicos, professores e colaboradores do Câmpus que queiram participar adotem uma criança, escolhendo o nome e a idade e tragam um brinquedo até dia 04/10/11 (terça-feira) ao Núcleo de Projetos Comunitários.
Os presentes arrecadados serão entregues durante a ação comunitária: “Venha Brincar na AME -Associação Mãos Estendidas”, no Conjunto Novo Amparo de Londrina, dia 08/10/11 em comemoração ao Dia das Crianças. Participarão 40 acadêmicos que desenvolverão atividades de entretenimento, tais como: bola queimada, futebol, pintura, brincadeiras com bexigas, pintura no rosto, pega-pega, lenço atrás, dança da cadeira, corrida do saco, bet´s e corda. No decorrer do evento serão distribuídos pipoca, algodão doce, refrigerante e guloseimas. O dia encerrará com a distribuição dos 384 brinquedos doados durante essa campanha.
Até o momento há 309 crianças adotadas, porém ainda faltam 75 crianças para serem adotadas, e já chegaram ao Núcleo 60 brinquedos.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Práticas de Sucesso - Hospital e Maternidade Alto Maracanã - Visita Solidária

De abril a maio de 2011 os acadêmicos Viviane Ambros e Cyro Pellizari do 6º período de Odontologia realizaram a ação social do Projeto Comunitário no Hospital e Maternidade Alto Maracanã. A ação consistia na visita solidária às pacientes do hospital, porém esses acadêmicos fizeram mais que o esperado e realizaram uma prática de sucesso.
A prática de sucesso consistiu na visita solidária às gestantes, com entrega de doações e a realização de uma pesquisa de satisfação para melhorar o atendimento. O objetivo principal da atividade foi dar apoio e amparo às gestantes do hospital.
Segundo Cyro, acadêmico de Odontologia: “Hoje vejo a gestação com outros olhos, pois é algo que os homens não têm muito contato. Ver o início de uma vida me fez pensar melhor na minha vida. O Projeto Comunitário deveria se chamar Projeto de Vida. A atividade foi muito importante para mim. Abriu meus olhos para um mundo que eu não conhecia. O trabalho na maternidade é extremamente importante tanto para as mães quanto para os bebês. Foi uma atividade muito gratificante”.
Vivian, acadêmica que realizou a prática, afirma: “Percebi que muitas vezes o simples fato de estar ali e ouvir faz toda a diferença. O Projeto Comunitário é de extrema importância para o desenvolvimento de pessoas capazes de ajudar, amar o próximo e foi importante também para a minha formação pessoal. Hoje posso falar que sei o que significa a palavra “humanização”. Pude perceber o quanto é importante “pessoas do bem” próximas às mães nesse momento tão abençoado que é a geração de vida”.
Alguns dos objetivos do Projeto Comunitário são modificar uma forma de pensamento e mostrar para os acadêmicos que existe outra realidade por trás dos muros da universidade. A partir da realização da ação social percebe-se que muitos acadêmicos adotam uma nova postura em relação às necessidades da sociedade. Os acadêmicos Vivian e Cyro mostraram-se interessados em executar trabalhos voluntários. Os motivos mais citados por eles são: gratidão e felicidade das pessoas diante do trabalho realizado e experiências que agregaram na forma de pensar e agir.

Prática de Sucesso - Instituto de Apoio ao Paciente com Doença Renal - Entretenimento na sala de hemodiálise

Os acadêmicos: Carla Bueno Comarella do curso de Jornalismo e Paulo Eduardo Luize Pereira do curso de Engenharia Mecânica se inscreveram para realizar as ações sociais do Projeto Comunitário, no Instituto de Apoio ao Paciente com Doença Renal – Amigos do Rim.
A ação social na qual estavam inscritos era “Entretenimento na sala de hemodiálise”, porém, realizaram muito mais que uma simples ação. Os acadêmicos desenvolveram uma prática de sucesso. As práticas de sucesso são atividades bem sucedidas realizadas pelos acadêmicos e que geram benefícios tanto para eles quanto para os beneficiários e instituição parceira.
A prática de sucesso realizada consistiu em fotografar e entregar, como lembrança, uma foto dos acadêmicos com cada paciente que realiza terapia renal nas segundas, quartas e sextas, no 2º turno da Unidade Buenos Aires.
Segundo Drielen Ferreira, responsável pela ação social e colaboradora do Amigos do Rim, os alunos criaram um vínculo muito importante com os pacientes, realizaram atividades lúdicas e de entretenimento que possibilitaram sorrisos e descontração na sala de hemodiálise. Ao término das atividades os alunos registraram com fotografias este afeto; tiraram foto com cada um dos pacientes, revelaram e entregaram de lembrança aos pacientes, que adoraram, além de envolver também a equipe de profissionais da instituição.


Prática de Sucesso - Colégio Estadual DR. Xavier da Silva - Ação Comunitária: Informação, Educação e Cidadania

As acadêmicas Claudinéia da Cunha, Denise Nascimento, Pâmela Trannin e Fernanda Tschoeke do 9º período do curso de odontologia propuseram uma atividade alternativa. A atividade proposta e aceita pela assistente social do Projeto Comunitário, Débora Feola, foi a realização de palestras educativas para adolescentes em colégios estaduais.
A atividade “Ação Comunitária: Informação, Educação e Cidadania” acontece por meio de um ciclo de palestras sobre saúde bucal e consequências sistêmicas, drogas, DST, alimentação saudável, entre outras para o auto cuidado da saúde, foi proposta porque a informação e educação tem se revelado as melhores formas de combater a maior parte das doenças de fácil prevenção e a marginalidade nos jovens. Para otimizar a ação, as acadêmicas propuseram-se a desenvolver palestras e oficinas com uma metodologia própria de interatividade buscando a multiplicação do conhecimento e da solidariedade entre os jovens, suas famílias e o seu meio social.
O objetivo da atividade foi multiplicar conhecimento e promover saúde na comunidade através da informação e educação, tendo como enfoque a estratégia de prevenção e promoção de Saúde
Para Claudinéia, acadêmica de odontologia, “Propor e desenvolver essa Estratégia de Prevenção e Promoção de Saúde foi uma experiência ímpar, rica e muito importante para minha formação acadêmica; também ampliaram minha visão de responsabilidade social que não se limita apenas ao governo, instituições educacionais, grandes empresas, mas a cada um de nós”.
Para Pâmela, também acadêmica de odontologia “A ação teve um resultado maior do que o esperado. Tivemos um retorno muito bom, positivo e percebemos que não foi somente mais um trabalho, mas sim, um trabalho que fez a diferença”.
Após a realização das ações sociais do Projeto Comunitário, os acadêmicos possuem outra visão do que é e o objetivo maior do Projeto. As acadêmicas que realizaram esta atividade afirmam que “O Projeto Comunitário é atuante e abre possibilidade de ampliar, divulgar e aprimorar os horizontes da visão de responsabilidade social e de cidadania dos alunos da PUCPR, bem como uma grande oportunidade dessas ações serem colocadas em prática para o benefício também da comunidade, não restringindo apenas aos interesses acadêmicos”.


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Prática de Sucesso - Hospital Nossa Senhora da Luz - Integrando nas diferenças

As acadêmicas Evelyn Nascimento, Loraine de Oliveira e Annelize Kroetz do curso de Psicologia, 5º período, se inscreveram para realizar as ações sociais do Projeto Comunitário no Hospital Nossa Senhora da Luz aos sábados de abril e maio de 2011. Essas acadêmicas foram além do proposto pelo Projeto Comunitário e realizaram uma prática de sucesso. Práticas de sucesso são atividades bem sucedidas que causaram benefícios para os acadêmicos, beneficiários e instituição parceira.
Os acadêmicos envolvidos nas atividades do HNSL se sensibilizaram com a realidade dos pacientes e contribuíram com doações de agasalhos e produtos de higiene. Dentro o grupo, essas três acadêmicas de Psicologia fomentaram uma grande campanha com a turma do 5º período de Psicologia (diurno), a qual se envolveu e também seus amigos e familiares resultando em doações de mais de 300 peças de roupas e 400 produtos de higiene.
Segundo Débora Feola, uma das responsáveis pela atividade do HNSL e colaboradora do Núcleo de Projetos Comunitários, as roupas arrecadadas serão utilizadas na realização de bingos no hospital. Esses por sua vez propiciam momentos de alegria e descontração nos pacientes, favorecendo o bem estar e melhoria de autoestima.
As roupas doadas na maioria das vezes estão em bom estado e no período de inverno são uteis, pois os pacientes moradores não possuem familiares que possam dar assistência quanto às necessidades pessoais.
Segundo Claudia Eggres, também responsável pela atividade e colaboradora do NPC, a entrega dos materiais ocorreu por todo o hospital e os produtos de higiene foram utilizados como brindes na Festa Junina, que aconteceu no dia 30 de junho.
A doação por si tem muito significado, já a intenção de fomentar outras pessoas e sensibilizá-las pela causa dos pacientes do HNSL é algo maior que merece reconhecimento. As acadêmicas contribuíram além do esperado.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Projeto Comunitário participa do XIX Seminário Nacional de Ensino da Medicina Veterinária

Aconteceu de 14 a 16 de setembro, em Brasília, o XIX Seminário Nacional de Ensino da Medicina Veterinária. Promovido pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, o evento contou com a participação de mais de 50 professores universitários, inclusive da Profª Mari Regina Anastacio, coordenadora do Núcleo de Projetos Comunitários da PUCPR – Pontifícia Universidade Católica do Paraná que ministrou uma palestra com o tema “Projetos Comunitários na formação humanística do Médico Veterinário”.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Projeto Comunitário participa do VI Seminário e II Feira de Empreendedorismo do Comunidade Escola

Aconteceu nos dias 26 e 27 de agosto o VI Seminário e II Feira do Empreendedorismo do Comunidade Escola. O evento foi realizado no espaço da Expounimed e contou com a participação de diversos parceiros por meio de stands e apresentações. No dia 26 aconteceu a abertura oficial do Evento com a presença do Luciano Ducci, Prefeito de Curitiba. No dia 27 foram apresentadas as práticas de sucesso realizadas nas escolas, oficinas, apresentações culturais e esportivas. Uma das práticas apresentadas foi  o projeto "Transformando sonhos em realidade" na qual o Projeto Comunitário, Escola Rachel Mader Gonçalves, ONG Sonhar Acordado e Comunidade Escola são parceiros na confecção de bonecas de pano para doação a crianças em vulnerabilidade socioeconômica.
Além dessas atrações, também ocorreu uma roda de conversa com o tema Comunidade Escola – Desenvolvimento Humano e Desenvolvimento Local. Os participantes dessa roda foram Liliane Casagrande Sabbag - Secretária Municipal da Educação de Curitiba, Prof.ª Mari Regina Anastácio - Coordenadora do Núcleo de Projetos Comunitários PUCPR, Carlos Eduardo Pijak Jr. - Diretor de Incentivo da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude,  José Roberto Lança - Superintendente da Fundação Cultural de Curitiba e Carlos Alberto Moura Santos “Carioca” – Voluntário do Programa Comunidade Escola. O Núcleo de Projetos Comunitários pôde mostrar seu trabalho por meio do stand que ficou na feira durante todo o evento.



terça-feira, 30 de agosto de 2011

III Encontro de Responsáveis pelo acompanhamento de atividades do Projeto Comunitário

Buscando a qualificação do aprendizado dos acadêmicos e fortalecimento da parceria com as instituições parceiras, o Núcleo de Projetos Comunitários realiza capacitações para os responsáveis institucionais que acolhem os acadêmicos.  Os temas relacionam-se à condução de grupos, andragogia, planejamento de ações sociais, entre outros. Em Curitiba será realizado no dia 01/09/2011
 

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Projeto Comunitário do Câmpus Toledo oferece atividades no UOPECCAN

O Hospital do Câncer de Cascavel (UOPECCAN) abriu 12 vagas para os acadêmicos do Projeto Comunitário realizarem  as ações sociais. As ações acontecerão aos sábados e domingos nos períodos da manhã e tarde. Os interessados devem realizar as inscrições no Projeto Comunitário até dia 26/08/2011.

Oficinas Preparatórias para os acadêmicos do Projeto Comunitário

O Núcleo de Projetos Comunitários oferta semestralmente oficinas aos acadêmicos inscritos em ações sociais. O intuito é informar, estimular sua criatividade e promover integração entre os participantes. Confira as informações das oficinas que acontecem no dia 27/08 (sábado) no Câmpus de Curitiba da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.
 
27/08/2011
Oficina
Local
Horário
Condução de grupos
Sala de Video 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde
8h às 10h
Dança e teatro
Sala 02 - Tèrreo - CCBS - Bloco Verde
8h às 10h
Comportamento de adolescente
Sala 04 - Tèrreo - CCBS - Bloco Verde
8h às 10h
Hora do Conto
Sala de Video 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde
10h às 12h
Meio Ambiente
Sala de Video 1 - Térreo - CCBS - Bloco Verde
14h às 16h
Condução de grupos
Sala de Video 1 - Tèrreo - CCBS - Bloco Verde
16h às 18h